Translate

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Teoria da Relatividade...

Por cá:
Eu: Meninos, acaba hoje e agora essa vossa mania de chamarem nomes feios uns aos outros! É de uma violência tão grande que não vou permitir que continue, perceberam?! A partir deste segundo só podem dirigir-se uns aos outros usando nomes bonitos e com educação!
(Gente, a partir daqui foi sempre a descer a pique…).
Quem inaugurou a parvoeira foi o Didi (12 anos) que arremessou ao Gonçalo (9 anos) um:
- Oh, florinha do jardim, percebeste ou precisas de mim?
Deixo-vos mais algumas das carícias trocadas entre os meus petizes:
- Dora Exploradora, calada és encantadora;
- Maninha fofinha, tens uma bela trombinha;
- Princesa Leia, se não fosse esse cabelo eras tão feia;
- Princesa Sissi, vai lavar o pipi;
- Caracolinhos Dourados, pareces as vacas a saltar nos prados;
- Popotinha, já comeste a carninha?
- Fofinha, não te esqueças da frutinha;
- Xana Toc Toc, és tão linda como um reboque;
- Bailarina, parece que bateste com a cara numa esquina (...)
As gargalhadas, guinchos e engasganços de tanto rir eram de tal calibre que quase tive saudades de quando parecem uma amálgama ao estalo!
A miúda estava em modo abécula, sem perceber patavina do motivo dos irmãos estarem a evocar, em vão, o nome das suas “ídolas” e, a cada referência feita por eles, ela considerava da máxima urgência que eu parasse o que estava a fazer para ir colocar na TV o episódio da dita cuja; claro que deu origem a 56774346 birras…
Posto isto, o habitual carinho trocado entre eles (“otário”, “anormal”, “estúpido”, “parvo”, “estafermo”, “feio”, "adoptado", “burro”, “parvalhão” e “menina com o período”) parece-me, agora, algo muito mais leve e fofo… #ninguémmerece
E eu que só queria um casalinho...
A Mãe dos Quatro!
#eeuquesoqueriaumcasalinho
#amaedosquatro

1 comentário: