Translate

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Diz que vou estar hoje na TV...

Aqui a ramelosa da Mãe dos Quatro, foi convidada para um programa que passa no canal que é “A” referência em Portugal, no que respeita ao desenvolvimento cultural das pessoas com alguma função cerebral.
A demanda, já por si, está situada num padrãozinho elevado, se juntarmos a isso o facto de ser em directo… é coisinha que me dá vontade de arrancar cabelos a quem se atreva a usar o mesmo oxigénio que eu, num raio de 5 metros ao lado, por cima e por baixo do meu ser!
São 5 ou 10 minutos, dizem eles (como se 10 não fosse o dobro de 5). Durante esse espaço temporal, terei de esforçar-me desalmadamente para dizer o menor número de palavras e orar para que saia mais mosca que cocó!
Resolvi desanuviar o cerebelo e passear pelas redes sociais. No Facebook, a primeira publicação que vejo é a da “energia para o dia de hoje”, relativa a uma amiga.
Tudo florinhas, rendinhas de bilros e macramé para o dia da criatura. Eu, se lesse aquilo, ribombava o ribombalho (vulgo - pinar!), enquanto jogava no Euromilhões com uma mão, e, com a outra, respondia aos emails em atraso, tudo ao mesmo tempo!
Feita parva, que é algo que me é muito característico, em vez de desconfiar que hoje o dia só nasceu para girar à volta daquela moça, decidi achar que, ver aquilo, era um sinal do Universo para eu entrar no link manhoso e descobrir que o meu dia também é de expansão interior e coise, e crescimento do eu e do outro, e do raio que me parta, e que a minha prestação iria ser “A da figura do dia” #lindo e não “A do dia da figura” (que é o que se vislumbra como o mais certinho direitinho).

Lá foi a trenga espreitar, o que leu?!
Isto:
“Seu jeito distraído, hoje, (claro que tinha de ser hoje!)
não colabora muito para actividades que necessitam de atenção e reacção rápida (mas quem é que precisa de atenção para responder rapidamente a perguntas que não faz ideia quais serão, num programa em directo que é visto por pessoas que fazem conexões interessantes com aqueles neurónios que eu em tempos também tive?!).
Provavelmente amanhã será um dia melhor para você enfrentar situações estressantes que exigem muito de você (Ah pronto, PÁRA TUDO! Vou exigir que adiem o programa para amanhã!)
Hoje, você vai sentir-se mais vulnerável e sensível, desconfiando de todo o mundo (Vulnerável e sensível?! Nãaaaa, eu depois de ler esta merda, sinto-me preparada para escalar o Pico em cueca fio dental e verniz rosa-flamingo nas unhas! Se eu tivesse lido coisinhas cor-de-rosa com apontamentos em beije, não ia acreditar mas ficar a saber que tenho, HOJE, no karma, um diazinho que só não serei atropelada por um camião TIR com dupla cabine, porque nem me atrevo a sair de casa, é dose! Claro que fico desconfiada! Desconfiada que vou parar ao Youtube depois de me cair um olho, em directo, em resultado da tensão elevada que estou a sentir a invadir-me desde o músculo da barriga da perna!)
Evite participar em eventos sociais (que amor de sina a minha… Se já tinha começado tão em grande… termina em apoteose de trampa! É que estão lá mais pessoas, não será um monólogo! Haverá uma brecha para não ser considerado um "evento social"?! #esquecejáfoste).

Mas será que toda esta tragédia anunciada não podia vir com uma frasezinha de consolo?! Qualquer coisita que iniba a pessoa de desatar a cortar os pulsos com a faca do pão?!
Sei lá, algo do género: "Ahhh pá, não te mates já, amanhã vai ser anunciado ao mundo como é que podes enfardar uma pirâmide de Bolas de Berlim, com duplo creme, sem aumentar esses refegos ridículos que tens nas costas! #sóquenão).
A única certeza que me acalenta é que não vou passar de bestial a besta, já que ninguém me considera bestial! Fora isso… está toda uma desgraça em aberto!
E eu que só queria um casalinho...
A Mãe dos Quatro!
#eeuquesoqueriaumcasalinho
#amaedosquatro

Sem comentários:

Enviar um comentário