Translate

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Parabéns, meu bem!

Faz hoje 2 anos que nasceu a minha filha.
(Ainda me sinto meio aparvalhada quando escrevo ou digo - "minha filha". E as vezes que me engano?!).
A moça veio parar-me cá dentro sem precisar dos nossos planos, aliás, veio sem sequer necessitar da nossa vontade em passar de "família numerosa" a "família também não era preciso tanta gente".
Quando soube que ia ser mãe de uma menina, às 13 semanas de gravidez, chorei, chorei muuuuuito... de felicidade!
Sabia que achava piada à ideia de ser mãe de uma garotinha, mas pensava que era algo arrumadíssimo numa caverna poeirenta, numa ilha distante e inabitada.
Supostamente, seria sempre mãe de rapazolas e punha-me em bicos dos pés de cada vez que me referia "aos meus 3 rapazes"! #aindaponho
A verdade, verdadinha é que senti-me nas nuvens! Congelei o tempo no segundo em que o médico, ao fazer-me a eco, diz:
- Hummmm parece que é desta! Não vejo aqui nenhum penduricalho!
Comecei IMEDIATAMENTE a preparar a chegada da miúda - o quarto, a roupinha, os lacinhos, as fitinhas, os folhos, as florinhas... Um mundo de piroseira rosinha, mesclado a branco e temperado com uma magia imensa, girava, rodopiava, a toda hora, na minha cabeça.
Consegui contagiar a família, ou melhor, acho que afinal ela era muito desejada por todos! Primeira filha, primeira neta, primeira sobrinha, primeira sobrinha-neta, primeira prima, primeira irmã!
Entretanto, até ao seu nascimento, passei por muito do que é chatinho e complicado. Teve alturas que senti-me por um fio!
Quando a vi? Quando a vi entrei num estado de contemplação, no qual ainda permaneço.
Dá um trabalho do caraças! Chora "pra" xuxu, é faladora, mexilhona e faz xixi nos tapetes... mas, também é meiga, encantadoramente doce, feminina, uma dançarina nata e uma cantora esganiçada. Com uns joelhinhos marotos, umas mãos pequeninas e um cheirinho a bebé, veio "afrufruzar" a vida de toda a família!
Parabéns, Maria Clara, com toda a intensidade do nosso amor por ti! 
E eu que só queria um casalinho...

Sem comentários:

Enviar um comentário