Translate

terça-feira, 9 de maio de 2017

A espada...

Hoje, fui com o Miguel, a uma consulta médica de rotina.
Levei a Clarinha (21 meses) connosco. Às tantas, na sala de espera, pede-me colo. Assim que olha para trás das minhas costas, diz-me: - Queio a espada!
Bem tentei ajudá-la, mas não vi espada alguma.
Ela insiste: - Queio a espada, queio a espada, pu favoi!!!
Continuei sem ver nada...
A miúda, irritada por eu não lhe dar a espada, salta-me do colo, e resolve ser ela mesma a tratar do assunto! Foge a correr e vejo-a a agarrar-se a... UMA BENGALA, de uma velhita!!!
Ainda me lancei na correria mas já não consegui evitar. A senhora, sentada, largou a bengala, por instinto, e a minha rica filha "espadachou" tudo à frente... (e ao lado, e atrás, e em cima...) enquanto gritava alegremente: - ESPADA! ESPADA! ESPADA!!!
O pior foi tirar-lhe "a espada"... era ela a chorar para um lado e a velhinha a rir para o outro. #adorou
O MIguel viu aquele cenário e aproveitou a minha distracção para encharcar-se, em água fresca, naquelas máquinas self-service...
E assim se entretém criancinhas (ainda bem que levei um Nenuco)...
Foi, portanto, com uma em modo birra e o outro mergulhado em água gelada, que entrei, com os cabelos em pé, no consultório médico, deixando, como sempre, uma excelente imagem - de pessoa calma, repleta de resiliência maternal e filhos educados...
E eu que só queria um casalinho...
A Mãe dos Quatro!
#eeuquesoqueriaumcasalinho
#amaedosquatro

Sem comentários:

Enviar um comentário