Translate

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Tudo coladinho!




Ora aqui está o artista com um penteado novo… O artista que me ia provocando 3 AVC´s, um treco lareco e um flick flack à retaguarda!!!
Sabem, há “medicamentos” certeiros, um deles é o amor!
O mano velho quis dormir com o Gonçalo.
Do seu quarto trouxe a almofada e o seu livro favorito. Mas, de si mesmo, trouxe tudo o que tem de melhor, o carinho, a empatia, o sentimento de pertença, a necessidade de cuidar do irmão, a boa disposição, o amor fraternal… O meu orgulho neste menino tem um valor ilimitado!
Outro “medicamento” tão ou mais poderoso é o riso!!!
Acho que a veia apalermada que cada membro desta família tem ajuda em muita coisinha menos boa e nesta foi fundamental!
Então não é que a encomenda de livros que eu tinha feito no dia anterior ao episódio sem luz nem cor chegou ontem?! Logo no dia em que o safado tinha de ficar em casa a repousar sem grande agitação?! Isto para uma criaturinha de 7 anos não é fácil, mas deu-se o milagre dele agarrar neste livro tão tonto como ele e puffff andou entretido até à noite.
Leu em voz alta e gargalhou tanto que, por vezes, agarrava-se à cabeça e dizia: “Ai que isto dói, tenho de me rir mais devagarinho!!!”.
Eu também ri, ri muito, ri sem ser devagarinho, gargalhei, chorei a rir! O livro tem graça, é um facto, mas o meu riso vinha cá de dentro, do corpo, da alma, do coração.
Ri de felicidade, ri de o ver tão bem, ri de o ter de volta…
Falta agradecer à professorinha do meu Gonçalo que assim que foi chamada, em plena hora do almoço, na única hora de descanso que tem, voou para prestar os primeiros socorros à cabeça e ao coração do seu menino.
Lidou com a situação assustadora do Gonçalo e com a reacção de todos os seus coleguinhas, que naturalmente ficaram chocados com o que assistiram. Um bem-haja querida professorinha, como podia eu não ser sua fã?! A culpa é sua!!!
Àquele doce bombeiro que me contou a sua vida de 32 anos, de trás para a frente e de frente para trás, de baixo para cima e de cima para baixo. Rindo-se de si próprio, fazendo-nos rir dele e para ele. O quente da sua mão, a paz do seu olhar... Muito obrigado! <3
E já agora, BENDITA EDITORA, CHIÇA PENICO CHAPÉU DE COCÔ!!! Nem sonham o que fizeram por nós..
E eu que só queria um casalinho…
A Mãe dos Quatro!

Sem comentários:

Enviar um comentário