Translate

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Pão por Deus!!!

E lá vamos nós pelo terceiro ano consecutivo! #quesejadoce

Morar numa aldeia (ainda que nos arredores de Lisboa) é ir ao "Pão por Deus" percorrendo ruas e ruelas, entrando em cada portão simpaticamente deixado aberto para o efeito. 

Ao gritar "Pão por Deus!!!" aparece alguém que, de forma escrupulosa, escolheu o mais bonito "naperon" para colocar no cesto mais mimoso que existe lá em casa. 

Os doces, pão, frutos secos ou dinheiro, já em saquinhos ou à disposição da mão dos miúdos, são servidos com um sorriso rasgado, à medida que se faz uma ou mais perguntas: "onde moram, meninos?", "como têm passado?", "a escola está a correr bem?", ...

Há quem enfeite orgulhosamente a entrada de casa e aprume os jardins.

Há quem espere pacientemente à porta.

Nas casinhas mais escondidas há quem acene para ser visto e partilhar o que tem.

Dão a quem avidamente quer receber...

Mas, a quem sabe melhor? Acho que não é a quem recebe...

Até logo!

E eu que só queria um casalinho...
A Mãe dos Quatro!

Sem comentários:

Enviar um comentário