Translate

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Cada um é "pró´que" nasce...

Aquele momento em que saio do banho turco (ok, pronto, estive horas num cubículo a passar a roupa com ferro a vapor) #cadaumviveoquetem e agarro no cesto parvamente cheio de roupa, que de tão cheio não vejo nada a não ser para cima e aproveito para pegar com as pontas dos dedos da mão esquerda um par de botas para as ir arrumar, enquanto faço um esforço titânico para manter o cesto equilibrado, emito uns gemidinhos de dor totalmente desnecessários #ridículos e na outra mão ainda tenho espaço para alguma coisa e portanto levo o telemóvel, #tãoútilepertinente TUDO ESCADA ACIMA!
Piso um carrinho, dou um chuto involuntário numa bola, já vou de pernas abertas, cheia de comichão no nariz, a comer cabelos, o cesto a inclinar de ladecos, enquanto me crava os braços e imagino que já tenho cada quadradinho de cesto tatuado na pele do bracinho.
Quando finalmente chego a um sítio onde posso atirar com as botas #paraoraioqueasparta o que mando eu ao ao chão enquanto me saí um valente esgar de alívio?!
O quê?!
O TELEMÓVEL!!! #Claro!
Acho que até espatifei um bocado de chão...
Mas não se preocupem, as botas estão intactas!!! #nãopartiram
Ainda só tive tempo para organizar 1 minuto de silêncio pelo telemóvel... #depoisquemsabevouverochão
E eu que só queria um casalinho...
A Mãe dos Quatro!

Sem comentários:

Enviar um comentário